7 lições para manter o seu emprego

Por Margot Cardoso

Em um mundo onde o emprego está entrando em colapso, a grande preocupação é manter o emprego. A competição, muita exigência e mudanças constantes, causam tensão e estresse, contribuindo para a queda de produtividade e problemas de relacionamentos, fatores que respondem por 80% das demissões.

O fantasma do desemprego traz ainda desespero, pessimismo, atitudes precipitadas, submissão excessiva. Enfim, fatores que aumentam ainda mais a possibilidade do seu invejado emprego ir para o saco. "Garante o emprego quem o trata como um ser vivo; que nasce, cresce e evolui constantemente" , afirma Leonel Consorte, consultor que ensina a desenvolver técnicas de controle emocional para evitar o cartão vermelho.


Estado Emocional vibrante - A qualidade do seu estado emocional influencia diretamente seu desempenho e a harmonia de seus relacionamentos. Como? O cuidado deve ser diário: mantenha o bom humor, a confiança na realização das tarefas e seja prestativo e cordial com todos.

Como manter o bom astral? - Cultive-o assim que abrir os olhos. Acorde e se dê um sorriso. Ao tomar o seu banho imagine-se embaixo de uma cachoeira (experimente!) e tenha sempre sua mente presa à coisas boas ou lembranças felizes. Se você tem dificuldade de lembrar, faça uma relação e coloque em local visível. Não tenha pressa! Seja flexível, perseverante. Lembre-se: plantar, regar, crescer e só depois colher.

Identifique os amigos - Existem três tipos de amizades importantes: pela utilidade: existem em função da troca de bens, favores e influências; pelo prazer: existem em função da amabilidade e do companheirismo e pela virtude: as únicas que não são circunstanciais, existem pela valorização do caráter e similaridade das virtudes. Saber quais e como são, evitarão surpresas que poderiam afetar a qualidade do seu humor.


Cria relações harmoniosas -
A melhor maneira de alguém ouvi-lo e respeitá-lo é considerando-se sua alma gêmea. Seja um espelho da fisiologia e comunicação verbal do seu interlocutor. Se ele fala baixo, fale baixo; se gesticula, gesticule... se ele gosta de cores, comente que o dia está azul, que o trabalho é cristalino...

Evite conflitos - Escolha palavras que não expressem verdades absolutas. Prefira expressões conciliadoras antes de discordar de alguém. Três palavras são mágicas: eu concordo, eu aprecio, eu respeito... e use o "e" , em vez de "mas" ao prosseguir uma argumentação. Soa mais delicado e não nega o que foi dito antes. Eu concordo com o seu ponto de vista e gostaria de complementar com uma outra idéia."

Trabalhe para a empresa - Trabalhe em função de suas próprias opiniões, evite ser levado pelas idéias de companheiros revoltados. Não se deixe contaminar! Lembre-se dos compromissos assumidos na admissão e atualize-os com o chefe. Assim, você demonstra interesse e flexibilidade e se mantém automotivado..

Trabalhe ao máximo - Seja pró-ativo, dinâmico, competente. Não chegue atrasado e cuide de sua saúde. Trabalhe um bom relacionamento com a sua família, trabalhe a alegria de um encontro, de uma festa, de uma viagem. Trabalhe para quando a idade chegar você tenha certeza de que trabalhou para a sua felicidade.

Fonte: Revisa Vencer Fevereiro de 2001   www.vencer.com.br   22/03/02