Clique 

Aqui!



 
 

Gestão de projetos em
MICRO E PEQUENAS EMPRESAS –
A busca da compatibilidade


Pequenas empresas são inevitavelmente associadas à improvisação, enquanto que PM à elevada dose de previsibilidade e rigor, essa “quase-incompatibilidade” existiu no passado, mas ela é mais aparente do que real nos dias de hoje. A razão para isso é a profunda alteração que se processa nas cadeias de criação de valor das empresas. Provocando modificação na concepção do papel das pequenas empresas no processo produtivo e no modelo de gestão aplicável a elas. Passando a atuar em nichos superespecíficos que demandam alta capacitação, flexibilidade e adaptação às necessiades dos produtos e serviços personalizados. Fazendo parte de uma rede global de projetos empresariais que atuam localmente e não mais sendo empresas isoladas no mercado.

Belmiro Valverde J. Castor; Ph.D. Adm. Publica Univ. Sul da California - Prof. PUC-PR

 

ESCOLHENDO gerentes de projetos –
Estilo de liderança vs. Tipo de projeto


Por que os resultados dos projetos não melhoram? Uma pesquisa do PMI demonstrou que as competências sociais dos gerentes de projetos, como a competência emocional, a gerencial e a intelectual estão diretamente associadas ao sucesso do projeto. O interessante é que diferentes tipos de projetos – como projetos de engenharia, de TI ou de mudança organizacional – requerem diferentes composições de competências. Os resultados da pesquisa podem mudar nosso entendimento sobre quem deveria liderar que tipo de projeto na organização.

Dr. Ralf Müller - Prof. Escola de Negócios da Universidade de Umeå, Suécia



 

Gerenciando riscos nas
RELAÇÕES DE NEGÓCIOS DE SUBCONTRATADOS
com clientes e concorrentes

Este artigo analisa que tipos de riscos referentes a projetos e a negócios surgem a partir das relações interorganizacionais de subcontratados com concorrentes e clientes finais. Estas relações podem ter impacto direto no desempenho do projeto a curto prazo, mas, além disso, as relações são uma fonte potencial para riscos relativos a negócios no longo prazo. É sugerida uma nova abordagem de gerenciamento de riscos na qual tais riscos de relações são ativamente levados em consideração na seleção e no gerenciamento de subcontratados.

Eloranta, Kirsi, M.Sc. - Helsinki University of Technology;
Dr. Kujala Jaakko - Helsinki BIT Research Centre;
Prof. Artto Karlos - Helsinki Univ. of Tech. Industrial Management

 

 





 

 

PM@Siemens - Um programa para a implantação da CULTURA do gerenciamento de projetos

Observando que grande parte dos seus negócios estão relacionados a projetos, a SIEMENS deu início a um programa mundial de implantação da metodologia de gerenciamento de projetos, chamada PM@Siemens. Com vista a proporcionar uma mudança de cultura na maneira em que os projetos são gerenciados. Promovendo treinamentos, especialização e certificação nas melhores práticas Para projetos que abrangem desde a pré-venda até a aceitação final do cliente.

Leandro Patah, PMP - Siemens Ltda;
André P. de Oliveira, PMP - Siemens Ltda;
Elizete C. Tsun Chen, PMP - Siemens Ltda

 

Gerenciamento de projetos na
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA


Caso de sucesso na implantação da metodologia de gestão de projetos na administração pública do Governo do Estado do Espírito Santo

Octaciano G. de Souza Neto - Gerente de Gestão Estratégica e PMO do Governo do Espirito Santo.;
Henrique B. Jannuzzi - Analista de Portfólio do PMO do Governo do Estado do Espirito Santo

 

Como prover TREINAMENTO EFICAZ
à equipe de projetos

Escolher o melhor treinamento para a equipe implica em aceitar primeiramente que as pessoas são diferentes e preferem estudar e aprender de forma diferente. O treinamento necessita ser personalizado, ter estratégias e táticas de ensino alinhadas às formas de aprender e estudar de cada membro da equipe que será treinado. Esta personalização de treinamentos para equipes pode ser obtida com a aplicação do Myers-Briggs Type Indicator (MBTI®), um indicador de personalidade comumente utilizado em aprendizagem organizacional.
 

Paula Torreão, PMP e M.Sc. - Gerente de Projetos C.E.S.A.R;
Patrícia Tedesco, PhD Intelig. Artificial Univ. Leeds, UK - Prof. UFPE;
Hermano Perrelli, PhD Computação Univ. Glasgow - Prof. UFPE


 


 

Gestão de custos de projetos -
aplicando o método da CORRENTE CRÍTICA

O método da Corrente Crítica propõe uma nova abordagem ao processo de gerenciamento de tempos de projetos.Uma abordagem baseada na avaliação da seqüência de atividades críticas, restritas às dependências físicas e à disponibilidade de recursos, buscando a compressão das estimativas e a utilização de “pulmões de tempo”. Ao trabalhar com estimativas reduzidas e mais precisas e a antecipação do trabalho, este método tende a permitir uma redução significativa no prazo dos projetos. A gestão dos custos associada ao uso dos “pulmões de tempo” é que faz o projeto ter melhor resultado financeiro ou não.

Ana E. Cipolli Fernandes - Gerente de Logística da HP Brasil;
André L. dos Santos Flôres - Superintendente de Projetos Alcoa Brasil;
Alonso Mazini Soler - Sócio J2DA Consulting

 

TOMANDO DECISÕES IMPORTANTES
mesmo quando existe pouca informação

As decisões nas fases iniciais de concepção de um projeto são essenciais porque mesmo que se prove nas fases seguintes que não foram corretas elas dificilmente serão canceladas ou mesmo alteradas, pois muitos compromissos atuais foram gerados a partir delas. A questão é que as informações disponíveis nos estágios iniciais são restritas. As análises e decisões irão depender em grande parte das informações de julgamentos. Por isso que investigar a qualidade e a importância das escolhas iniciais na fase de concepção de um projeto é fundamental para aumentar as chances de obter sucesso no mesmo.

Kjell Sunnevaag - His first position was at the Christian Michelsen Institute (CMI) in Bergen, Norway, were his research focus was on petroleum economics. Later, he moved to the Foundation for research in Economics and Business Administration (SNF), were the research interests extended to energy economics as well as public policy and economics. One of his last assignments there were to edit and contribute to a report on making decisions based on scant information. He is currently a senior adviser at the Norwegian Competition Authority;
Knut Samset - is professor in project management at the Department of Civil Engineering and Transport, Norwegian University of Science and Technology in Trondheim (Norway), and director of the Concept Research Program on Front-end Management of Major Investment Projects. His current research is on project governance, appraisal and quality assurance of major investments. He is the author of books on technology assessment, project design, evaluation and risk management.


 

 


Projetos imobiliários e master plan -
os desafios e oportunidades

O objetivo do artigo é posicionar os gerentes de projeto quanto aos desafios e oportunidades associadas aos projetos do setor imobiliário. Um mercado que demandará gerente de projetos capacitados para lidar com investidores profissionais, fundos de private equity e com as empresas de capital aberto, pois necessitam de líderes aptos para conduzir seus empreendimentos. Neste cenário às macro-fases como o master plan; estudos detalhados e licenças; a construção; operação e entrega são importantes para o sucesso profissional.

Arthur Costa Neto, PMP - Diretor da Sociedade Potiguar de Empreendimentos Ltda.


 


Implantando a metodologia
de gerenciamento de projetos na
CONSTRUÇÃO CIVIL

A aplicação da metodologia de gerenciamento de projetos no ramo da construção civil tem demonstrado resultados efetivos e duradouros nos mais diversos tipos de projetos. Este artigo sugere um processo de implantação desta metodologia para empresas do ramo de construção civil.

André Choma, PMP - Gestão de Empreiteiros & GP da Euax.
Thais Schmaltz T. Borges, PMP - Gerente de Projetos Euax