CASE No 1 

 

PROJETO APREENDENDO COM A ARVORE - PACA

 

Empresa

Rigesa, Celulose, Papel e Embalagens, Ltda.

Profissional Responsável

Desirée Colucci Martini

Ano da Premiação

2001

 

A empresa vê e acredita que plantando a idéia de conscientização ambiental nas crianças, as respostas da natureza para as atitudes do mundo serão bem diferentes das de hoje. Deve-se tratar as questões globais, suas causas e inter-relações em uma perspectiva sistêmica, em seu contexto social e histórico.

Aspectos primordiais relacionados ao desenvolvimento e ao meio ambiente, tais como a população, a saúde, a paz, os direitos humanos, a democracia, a fome, a degradação da fauna e da flora devem ser abordados dessa forma.

Foi pensando nisso que a Rigesa, em parceria com a American Forest Foundation, trouxe o "Projeto Aprendendo com a Árvore" – PACA – para o Brasil, em 1995, e o patrocina integralmente em 180 escolas públicas, municipais e estaduais, de sete municípios do Planalto Norte de Santa Catarina: Mafra, Três Barras, Canoinhas, Major Vieira, Bela Vista do Toldo, Irineópolis e Porto União.

EXECUÇÃO

O projeto tem a missão  de estimular o pensamento critico e criativo do aluno e favorecer a participação pública, de modo a transformar atitudes. O PACA vem conferir a consciência ambiental e ética, os valores, as atitudes, as técnicas e o comportamento em consonância com o desenvolvimento sustentável. O projeto, que está inserido no currículo escolar e faz parte de todo o planejamento didático, foi criado em 1974 pela American Forest Foundation, dos Estados Unidos, e destina-se a alunos de primeiro grau. Envolve todo o ambiente – fauna, flora, ar, terra e água – e vigora com o compromisso de ajudar as crianças e os adolescentes a aprenderem como pensar a respeito das questões ambientais locais e globais. É um projeto construtivista, pois o aluno constrói seus conhecimentos combinando experiências anteriores com novas descobertas. A razão da existência do PACA foi baseada na carência da consciência ambiental e da proteção do patrimônio público (edificações escolares, pontos de ônibus, praças etc.), no descaso com o destino dos lixos na cidade e com a preservação urbana e ambiental dos municípios.

ESTRATÉGIA

O PACA é uma alternativa para melhorar a qualidade do currículo escolar, e a educação ambiental é um dos temas transversais previsto na Proposta Curricular do Estado de Santa Catarina e nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Uma educação tradicional não possibilitaria um processo educacional para a construção de um conhecimento integrado, que permita a compreensão plena do mundo. Portanto, a educação ambiental proposta no currículo escolar não é apenas um item adicional. Ela trata de todos os elementos da natureza e das relações do homem com esses ambientes em todas as disciplinas, como ciências, história, geografia, matemática ou português.

Para isso foi necessário um perfeito entendimento entre as Secretarias de Educação dos municípios, Secretaria da Educação do Estado, Coordenadoria regional de Ensino e Rigesa. Além de parcerias com várias empresas privadas, que participam subsidiando os professores e apoiando os alunos com premiações em exposições e eventos em geral.

OBJETIVOS

·        Educar crianças e adolescentes com relação às questões ambientais para que, ao adquirirem conhecimentos, tornem-se cidadãos conscientes, defendendo e preservando a natureza, perseverando na sua manutenção co atitudes positivas;

·        Encorajar e incentivar a criatividade, a originalidade e a flexibilidade na resolução dos problemas ambientais;

·        Estimular a solidariedade, a igualdade e o respeito aos direitos humanos,valendo-se de estratégias democráticas e de interação entre as culturas.

A empresa tem como objetivo atingir 12 municípios, onde possui suas  suas propriedades florestais. Como resultados das parcerias com outras empresas e da Secretaria da educação do Estado, a Rigesa pretende expandir o projeto de âmbito regional para projeto de âmbito estadual.

FORMA DE AVALIAÇÃO

Foi realizada avaliação técnica com 42 professores, que cursavam Ciências na Universidade do Contestado. Desse total:

·        14% disseram que as aulas se tornaram mais interessante

·        17% disseram que a participação dos alunos é maior

·        7% disseram que a freqüência no ano letivo aumentou

·        50% disseram que o projeto despertou nos alunos o interesse pela preservação  ambiental

·        12% disseram que facilitou a interdisciplinaridade.

Novas avaliações serão realizadas para ampliar o número de professores e englobar os alunos e a comunidade atingida pelo PACA.

RESULTADOS ALCANÇADOS:

O beneficio gerado é muito significativo  pela mudança gradativa no empreendimento e na atitude responsável dos educandos. Tudo isto é levado pelos alunos à comunidade, criando assim em relação à preservação do meio ambiente torna-se evidente, e ações paralelas vêm surgindo, demonstrando a efetiva vontade de mudanças. O processo de educação ambiental é longo. O PACA deriva de outros projetos, que são interpretados como resultados qualitativos e são considerados extremamente importantes.

·        Reciclagem

·        Ajardinamento

·        Preservação dos Rios

·        Horta Escolar

·        terapia ambiental

·        ajardinamento do hospital

·        visitas periódicas aos doentes com acompanhamento médico

·        confecção de lixeiras

·        homenagens a pacientes, médicos e funcionários

·        participação ativa em campanhas, através das quais arrecadam alimentos, material de limpeza, medicamentos, lixeiras, sacos plásticos, camisetas, lençóis, toalhas, entre outros.

·        Comissão Interna de Prevenção Ambiental

·        Projeto Boi-de Mamão

·        Eliminação do desperdício da merenda escolar

·        O homem como agente transformador

Os alunos envolvidos nas atividades do projeto tornaram-se cidadãos conscientes, dotados de compreensão, habilidades e comprometimento para reportar-se às questões ambientais. Com isso, está se garantindo a melhoria da qualidade do meio ambiente. Com isso, está se garantindo a melhoria da qualidade do meio ambiente. Outros resultados que podem ser considerados qualitativos são o alto grau de envolvimento da comunidade onde está situada a escola,  o aumento do comprometimento das pessoas em relação à preservação  do meio ambiente, administração da evasão escolar e reprovação, devido ao fato de o projeto oferecer atividades variadas, tornando as aulas mais agradáveis e, consequentemente mais produtivas.

O investimento anual é de aproximadamente US$ 28.000,00, gastos em materiais e suporte de coordenador. O gerenciamento do projeto e o envolvimento de funcionários da Rigesa, que participam efetivamente do projeto, não estão sendo calculados.

O investimento no projeto, nos últimos 3 anos foi de US4 75.531,00.

A empresa com sua força produtiva e institucional e como líder na economia regional é exemplo na preservação ambiental, nas áreas industrial e florestal, proporcionando às comunidades a melhoria da qualidade de vida e melhoria ambiental. O engajamento da Rigesa neste projeto, comprova que há caminhos plenamente viáveis para a conservação da natureza. Todos, governo, organizações não governamentais, empresas privadas e sociedade em geral, podem e devem colaborar para a coexistência e proteção de um patrimônio que é comum e que dele todos dependem para sobreviver. São nessas mãos que sta o destino do nosso mundo.

Fonte: Publicação distribuída no dia da Premiação do Prêmio Opinião Pública 2001